Home / ULTIMAS NOTICIAS / Professores recebem salário 74% maior que os demais guaraienses

Professores recebem salário 74% maior que os demais guaraienses

dinheiro - Professores recebem salário 74% maior que os demais guaraiensesMédia salarial dos professores é de R$ 3.234, enquanto a do restante da população é R$ 1.855

 

A Prefeitura Municipal de Guaraí lamenta profundamente a decisão de alguns professores da Rede Pública Municipal em não voltar às aulas nesta segunda-feira, 21, prejudicando centenas de alunos que dependem da escola não só para aprender, mas, muitas vezes têm na merenda escolar as únicas refeições diárias.

A Administração Lires Ferneda (PSDB) sempre teve um compromisso muito forte com os cidadãos guaraienses e, em especial, com os servidores públicos municipais, que são uma prioridade desde o início da sua gestão, com inúmeros benefícios, como reajustes salariais anuais, cumprimento da lei do piso, progressões verticais e horizontais, melhores condições de trabalho com a aquisição de computadores, ar-condicionado nas salas de aula, pagamento em dia, repasses previdenciários, materiais didáticos, capacitações, entre outros.

Outra demonstração dessa valorização é o salário dos 120 professores concursados de Guaraí com vencimentos a partir de R$ 2.445,35, que é o piso da categoria determinado pelo Governo Federal e que tem sido cumprido à risca, chegando até R$ 4.366,46, que é quanto recebe um professor em fim de carreira. O total gasto com a Folha de Pagamento dos Professores da rede pública municipal é de R$ 388.117,69, uma média salarial de 3.234,31 e corresponde a 58,1% do total de gastos com os servidores efetivos de todas as categorias.

Guaraí tem o 5º melhor Índice de Desenvolvimento Humano do Tocantins, com seus mais de 25 mil habitantes, a 8ª maior cidade do Estado e uma média salarial de R$ 1.855,91. Ou seja, os professores da rede pública municipal recebem, em média, 74% a mais que os demais guaraienses.

Todos os anos, os servidores públicos municipais, inclusive os professores, recebem reajuste através da data-base, que repõe as perdas com a inflação e mantém seu poder de compra. No entanto, o reajuste do piso salarial da categoria ficou acima desse valor, o que também foi seguido pela Prefeitura, que tem comprometido 51,8% da sua receita com folha de pagamento, acima dos 51,3% do limite prudencial determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

O sindicato da categoria, no entanto, prefere não reconhecer a evolução pela qual passa a educação em Guaraí, olhando apenas para os salários dos professores, reivindicando o mesmo reajuste do piso para toda a categoria e não só para os professores em início de carreira, o que não encontra respaldo na lei municipal, estadual ou federal e provocaria um rombo nas contas públicas municipais, inclusive com efeito cascata sobre as demais categorias, fazendo com que Guaraí saísse dos limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal e sofresse uma série de sanções e acarretando a perda de milhões de reais em recursos provenientes de parcerias com o Governo Federal e de emendas parlamentares.

Gestores

“A nossa gestão tem trabalhado ininterruptamente para melhorar as condições de vida dos nossos servidores e de todos os cidadãos guaraienses. Todavia, não podemos priorizar uma categoria, por mais que saibamos das suas necessidades, em detrimento do restante da nossa população. Não existe qualquer possiblidade de concedermos reajuste neste momento acima do que determina a lei”, afirma o secretário da Administração e Finanças, Raimundo Pessoa.

“Gostaria de pedir a todos os professores da rede pública municipal que se sensibilizem com tudo o que temos feito em benefício da categoria e retornem ao trabalho já nesta terça-feira, para não prejudicar ainda mais as nossas crianças”, pediu o secretário da Educação, Sebastião Mendes Sousa.

“Temos todo respeito pelos servidores da Educação e, desde o início da gestão, não medimos esforços para cumprir com os compromissos, conforme a Lei e a disponibilidade financeira do Município. Continuaremos investindo na Educação, visando a melhorias tecnológicas, estruturais, pedagógicas e salariais, de acordo à progressão das receitas e do que permite a Lei de Responsabilidade Fiscal”, afirmou a Prefeita Lires Teresa Ferneda.

Tabela professores - Professores recebem salário 74% maior que os demais guaraienses

 

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO