Taking too long? Close loading screen.

Políticas públicas sobre drogas serão organizadas para tornar Guaraí uma cidade de paz

  Tomaram posse hoje, 20/02, os membros que comporão o Conselho de Políticas Públicas Sobre Drogas do Município de Guaraí para o biênio 2017/2019. Muitas ações serão geradas ao combate da lide. Políticas públicas sobre drogas serão organizadas para tornar Guaraí uma cidade de paz, com pessoas do bem que saibam superar todos os obstáculos que encontrarem no percurso. 

  A solenidade contou com a Presença da Prefeita Lires Ferneda, autoridades locais e ainda o senhor Júnior Américo, Superintendente de Políticas Sobre Drogas do Estado do Tocantins e Vice Presidente do Conselho Estadual Ante Drogas. O conselho está vinculado a Secretaria de Esporte, Juventude e Turismo e encontrava-se inativo desde o ano de 2012. Na oportunidade, foram apresentados os conselheiros:

  Da Secretaria Municipal de Administração e Planejamento: Jairo Rogério e Gisele Neves. Representantes das Escolas Públicas Municipais: Expedita Silva e Merelice Bispo. Representantes do CREAS: Denise Carvalho e Leia Gross. Representante da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Turismo: Maria Rita Lopes e Bruno de Paula Dobler. Representantes da Secretaria Municipal de Saúde: Laynne Katrycia Lopes e Marlene de Fátima Sandri Oliveira. Representantes das Lojas Maçônicas: Pedro Vanderley e João Pereira. Representantes do Conselho Tutelar: Maria Lúcia Medeiros e Luana Leão.

  Representantes da Polícia Militar: Adailton Arruda e Boaz Santos. Representantes do Poder Judiciário: Nilmara Sales e Carla Regina. Representante da Igreja Católica: Carlito Bezerra e Marcone Cezar Dias Silva. Representantes das Igrejas Evangélicas de Guaraí: Pr. Cleone de Oliveira e Pr. Celso Miranda. Representantes da ACIAG: Silvana Cezaretti e Ana Paula. Representantes dos Colégios Estaduais: Luana Bezerra. Representante das Entidades de Ensino Superior: Nívea Sales e Júlio Ibiapina.

  A Prefeita Municipal de Guaraí, Lires Teresa Ferneda, falou sobre a importância e a necessidade da sociedade se organizar para um trabalho preventivo e fazer com que as pessoas não se tornem refém das drogas, pois poderá trazer fatalidade para todos. Em sua fala, Lires Ferneda, contextualizou fazendo um comparativo com os versos do poeta tocantinense Fidêncio Bogo, que contava sobre uma travessia em um mar enorme e que para atravessarmos era necessário construirmos um barco com velas e mastro.

  “Nós precisamos fazer essa travessia, a vida de um Município também é uma travessia, Fidêncio Bogo, dizia assim, “passei a vida construindo um barco para atravessar o mar, fiz o casco e o mastro olhando os astros e as velas como se virar sem elas? Quando via o barco pronto a vida havia se acabado, mas o mar ainda estava lá”. Representa que ele tentou viver a vida, ele tentou construir, mas não conseguiu atravessar o mar, e a vida acabou, e o mar está lá, uma sensação de frustração.

  Eu vejo na sociedade de hoje um mar que temos que atravessar, uma ventania muito forte, moderna, que são as drogas, os vícios, e nós precisamos construir o barco e atravessar o esse mar. Então cada um de nós, através das funções que nós assumimos, somos uma parte da construção desse barco na vida das pessoas, nós podemos ser o casco, nós podemos ser o mastro, nós podemos ser a vela, para vencermos várias ventanias da vida.”

 

Fernando Ramos e Anna Izabelle – ASCOM Prefeitura de Guaraí

x

Check Also

Servidores, façam a Avaliação de Desempenho!

A Prefeitura Municipal comunica aos servidores que os mesmos devem realizar a ...