Fátima Coelho sanciona lei que cria cargos da equipe multiprofissional para atendimentos de saúde mental em Guaraí

Entenda como funciona o novo serviço de saúde mental que pretende minimizar o sofrimento psíquico dos usuários.

A prefeita de Guaraí, Fátima Coelho, nesta quarta-feira, 16, sancionou a Lei Complementar Nº 073/2022, que cria os cargos da equipe multiprofissional de atenção especializada do o projeto AMENT – Saúde Mental em Ação. O novo serviço, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, pretende minimizar o sofrimento psíquico dos usuários.

“Nossa gestão tem a missão de cuidar das pessoas. O Ament chega com esse objetivo, o de oportunizar um tratamento adequado e dar condições favoráveis e proteção aos guaraienses. Parabéns aos profissionais de saúde do nosso município, são eles que cuidam para que estas pessoas possam ser reintegradas à sociedade, tendo a sua cidadania e direitos preservados”, reforçou a prefeita Fátima Coelho.

A criação dos cargos foi aprovada pela Câmara Municipal de Guaraí, em sessão realizada no dia 10 de fevereiro.

“Nossa gestão tem a missão de cuidar das pessoas”

prefeita Fátima Coelho

Como funciona

Segundo o protocolo de atendimento do Ament, o paciente procura sua unidade de saúde de referência para consulta com um médico. O próximo passo é a entrega do encaminhamento na sede da Secretaria Municipal de Saúde, localizada na Avenida Goiás, nº 1538, Centro, próximo do Hospital Regional de Guaraí.

“O paciente que estiver com um estado avançado, considerado em crise, ele tem prioridade. De início, os critérios adotados seguem os seguintes requisitos: encaminhamentos mais antigos e os casos mais complexos”, informa o secretário municipal de Saúde, Wellington de Sousa.

Após o atendimento com um dos profissionais do projeto Ament, o paciente conta com retornos até receber alta clínica.

Casos em estado grave

Em relação aos pacientes em crise (grave), eles continuam com atendimentos por meio da pactuação de acordo firmado com Colinas, além de Araguaína por meio da Programação Pactuada Integrada (PPI).

“Para os casos de crise e violência, a porta de entrada é o Hospital de Regional de Guaraí (HRG). No caso de internações psiquiátricas, serão encaminhadas para o Hospital Regional de Araguaína, o de referência para região do cerrado. Com o avanço do projeto AMENT, o objetivo é manter todos os atendimentos em Guaraí”, explica a técnica do planejamento da Secretaria Municipal de Saúde Maria José Neres da Silva.

Atenção Básica

Após atendimento pela equipa da Ament, o paciente será encaminhado para acompanhamento das equipes da Atenção Básica do município, que serão os responsáveis pelo acompanhamento dos pacientes, desde retorno, monitoramento, terapia de grupos e diversas atividades que visam reabilitação e reinserção social.

Os atendimentos realizados pela equipe multifuncional do projeto Ament serão ofertados em um novo prédio, no Setor Jardins, Alameda José Lomazzi Filho, lote 2, quadra 2.

DEIXE AQUI SEU COMENTÁRIO

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
× DÚVIDAS SOBRE O COVID19?